Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/05/14 às 13h23 - Atualizado em 29/10/18 às 17h19

Servidores do SLU começam a ser transferidos para outros órgãos


Começou ontem (08), e vai até o dia (15), quinta-feira, no Núcleo de Limpeza Sul, o processo de mobilidade dos servidores do SLU (Serviço de Limpeza Urbana), que agora fazem parte da carreira PPGG (Políticas Públicas e Gestão Governamental) do GDF. Foi montada uma estrutura com técnicos da autarquia para orientar todos servidores que ainda tinham alguma dúvida e assim, encaminhá-los para os órgãos escolhidos.

 

A reunião contou com a presença do diretor adjunto do SLU, Hamilton Ruggieri Ribeiro, da secretária adjunta da SEAP (Secretaria de Administração Pública), Jaqueline Domingues, e da Assessora Especial do SLU, Lilian Monteiro de Lara. O diretor ressaltou a importância daquele momento e do cuidado para realizar a reestruturação dos servidores. “A diretoria do SLU e SEAP se reuniram com todos os órgãos para sensibilizá-los sobre a situação dos servidores. Como esse tipo de reestruturação não é fácil, nosso desejo é que todos saiam bem no local que escolheram para ir”, disse.

 

O processo funcionou da seguinte forma: os servidores pegavam uma senha, passavam por uma triagem, informavam o órgão que desejavam ir e eram encaminhados para a homologação do documento no novo órgão. Para aqueles que ainda tinham dúvidas sobre o trabalho que iriam desempenhar nas administrações ou secretarias escolhidas, era designado um momento para conversar com os representantes dos órgãos que se encontravam no local. A assessora Lilian Monteiro aconselhou que nessa conversa eles fizessem todas as perguntas possíveis, para que não existisse nenhuma dúvida. “Perguntem o horário de entrada e saída, função que vocês vão desempenhar, benefícios. É importante que vocês saibam para onde estão indo”, enfatizou Lilian.

 

A secretária adjunta da SEAP, Jaqueline Domingues, frisou que a escolha era feita pelos próprios servidores. “Caso algum funcionário do SLU não se adapte no local escolhido ele pode procurar a SEAP, para que faça a designação do servidor para um novo órgão”, completou.

 

Ao evento compareceram, aproximadamente, 95 servidores. Muitos estavam acompanhados de seus familiares. Foi o caso do Sr. Raimundo Segundo, que já presta serviço há 28 anos para o SLU. “Eu trouxe minha família para ajudar na escolha. Confesso que estava preocupado, mas agora sabendo que se eu não gostar do local que escolhi eu posso mudar, as coisas ficam mais fáceis” conta, Raimundo.

 

A servidora Ana Lucia Mourão Oliveira, há 25 anos na Autarquia, disse que estava nervosa no início, mas que as explicações a tranqüilizaram. “Estou na expectativa de como vai ser, mas eu sou de fácil adaptação. E depois os diretores falaram que a gente pode mudar caso não goste, ai fica bem melhor” conta.

 

A estrutura montada pelo SLU também contou com duas psicólogas da SEAP. Elas foram designadas para auxiliar os servidores nessa nova etapa de suas vidas. “Nosso objetivo aqui é acolher, dar apoio. Nós conversaremos com o servidor caso ele demonstre dificuldades na hora da mudança, daí buscamos o melhor caminho. Esse suporte vai ter continuidade até o fim dos trabalhos. O SEAP vai designar uma equipe pra cá todos os dias”, relata.

 

Organização

 

Segundo a representante da SEAP, Cristiane Carvalho, hoje, pela manhã compareceram os representantes do Jardim Zoológico, Detran, Secretaria de Educação, Jardim Botânico e Administração do Núcleo Bandeirante. Outras secretarias são esperadas durante esses cinco dias de transferência. Aqueles que ainda não se decidiram terão a oportunidade de conhecer outras áreas de trabalho que vão oferecidas durante esse período.

 

Os técnicos que fazem o controle dos ofícios de transferência contabilizaram pouco mais de 70 servidores com destino estabelecido. “Estou acompanhando desde o início da manhã, e achei que o primeiro dia do processo de mobilidade foi bem produtivo, 70% dos servidores já sabem para onde querem ir”, declarou Lilian.

 

O presidente do Sindser, André Luíz da Conceição, informou que acompanhará o processo durante esses cinco dias de mobilidade “Nós estaremos aqui para garantir o direito de escolha dos servidores do SLU. Até agora não tenho o que reclamar, tudo está sendo feito como foi discutido em reuniões anteriores”, relatou.

 

Já o presidente da ASLU, Diogo Batista, quando questionado sobre o direito dos servidores do SLU de escolherem para onde queriam ir, declarou. “Foi um grande avanço para nós que acompanhamos a luta dos servidores desde o início, essa mobilidade comprova que o processo está acontecendo da melhor forma possível”.

 

Diogo também garante que, mesmo após a transferência dos funcionários para os outros órgãos, o sindicato continuará assistindo esses servidores para que eles sejam respeitados em seus novos locais de trabalho.

SLU - Governo de Brasília

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153