Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/03/18 às 15h39 - Atualizado em 29/10/18 às 17h28

Pesquisa revela que 64% dos brasilienses flagraram descarte irregular

PATRÍCIA KAVAMOTO

 

O descarte irregular de resíduos é crime ambiental, passível de multa e apreensão do veículo. São 300 pontos críticos que passam por limpeza periódica realizada pelo SLU. Esse cenário pode ser percebido pelas respostas dos entrevistados da pesquisa Comportamento Sustentável no DF: Visões sobre Conservação, Preservação e Coletividade, divulgada nesta quinta (15), pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan).

 

Sessenta e quatro por cento dos entrevistados afirmaram ter visto alguém jogar resto de construção, móveis velhos ou sacos de lixo em terrenos baldios ou vias públicas, nos últimos seis meses. A pesquisa foi feita de 26 de janeiro a 20 de fevereiro, com 2.683 moradores das 31 regiões administrativas.

 

Local adequado
Para descartar móveis velhos, materiais recicláveis (papel, plástico, papelão e isopor), até um metro cúbico de entulho, além de óleo de cozinha usado, a comunidade pode contar com sete papa entulhos. As unidades estão instaladas nas seguintes regiões administrativas: Gama, Taguatinga, Guará, Planaltina, Brazlândia e Ceilândia.

 

Medida
O único local autorizado a receber resíduos da construção civil (RCC) é a Unidade de Recebimento de Entulhos (URE), localizada no antigo Lixão da Estrutural.

 

A partir de a partir de 2 de abril, os caminhões de transporte RCC devem ter o controle de transporte de resíduos (CTR), documento de cadastro no SLU.

 

 

Leia Mais

Brasilienses dizem ter diminuído uso de água, aponta pesquisa

Certificado de transporte de resíduos começa a ser cobrado em 2 de abril

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153