Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/03/19 às 11h24 - Atualizado em 3/04/19 às 17h06

Parceria para reciclagem de vidro

LUANA LEMES/ASCOM SLU

 

No DF não há indústria de reciclagem de vidro, mas algumas empresas já descobriram alternativas para que esse material não seja descartado como rejeito em aterros sanitários. Para estreitar ainda mais esse compromisso com o meio ambiente, o SLU, a Secretaria da Juventude, o Instituto Ecozinha e a empresa Green Ambiental, se reuniram na última quinta-feira (28) para discutir o assunto.

 

A Secretaria da Juventude sugeriu para o diretor-presidente do SLU, Felix Palazzo, para incluir bolsistas do Programa Brasília + Jovem Candango no trabalho de orientação sobre a reciclagem do vidro.

 

O Instituto Ecozinha que vem atuando não só com a reciclagem de vidro, mas, também, com materiais recicláveis e orgânicos para compostagem, quer aperfeiçoar a logística da coleta de vidro, hoje realizada pela Green Ambiental.

 

“O momento é propício para viabilizar a reciclagem do vidro, porque a população e vários atores sociais querem participar”, disse o diretor-presidente do SLU, Felix Palazzo, que colocou a estrutura da autarquia à disposição com o objetivo de desenvolver as propostas apresentadas.

 

Vidro X Grandes Geradores

 

Desde 1º de janeiro de 2018, a Lei 5.610/2016 (lei dos grandes geradores) passou a valer no DF para estabelecimentos comerciais que geram acima de 120 litros de resíduos indiferenciados (tudo que não é reciclável) por dia. Dessa forma, muitos estabelecimentos que comercializam bebidas em garrafas de vidro se tornam grandes geradores, pois já que no DF não tem indústria de reciclagem do material, descartam o vidro como lixo comum.

 

Como grande gerador, o comerciante é responsável pela gestão dos seus resíduos e, para cumprir a lei, teria que contratar uma empresa para coletar, transportar e destinar para aterros sanitários. Uma logística que traria custos para empresa.

 

Paulo Melo, proprietário de um restaurante na Asa Sul, era um desses grandes geradores, pois não tinha uma destinação adequada para as garrafas de vidro do seu estabelecimento. Dessa forma uniu forças com um grupo de empresários que também esbarravam com o problema e criou o Instituto Ecozinha.

 

Começaram a separar os resíduos na origem: o vidro passou a ser coletado pela Green Ambiental e os orgânicos destinados para pátios de compostagem. Dessa forma deixaram de gerar acima de 120 litros de resíduos por dia e o SLU continua prestando o serviço de coleta, já que não são mais grandes geradores.

 

 

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153