Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/20 às 12h06 - Atualizado em 23/01/20 às 10h40

Governo limpa área próxima ao Polo de Cinema e Vídeo

GIZELLA RODRIGUES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

 

Nem as placas de alerta de que é proibido jogar lixo e entulho, nem a constante limpeza feita pelo GDF no local impediram que o descampado no entroncamento entre a rodovia DF-326 e a rodovia DF-215, em Sobradinho II, virasse um imenso lixão. Conhecida como Sansão, a área de cerca de 10 mil metros quadrados – o equivalente a um campo de futebol – próxima ao Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, é usada pela população para descarte irregular de entulho há cerca de 15 anos. Montanhas de restos de obra se acumulam e mais lixo é jogado no local sem qualquer cerimônia.

 

O ato se repetiu, inclusive, enquanto a equipe do GDF Presente fazia a limpeza da área na manhã desta quarta-feira (15). A reportagem da Agência Brasília flagrou pelo menos um caminhão e quatro carros com reboques engatados cheios de entulho deixando lixo no local durante o tempo em que os 16 caminhões e as 4 pás carregadeiras trabalhavam para limpar a área. Eles estão ali desde segunda-feira e cada caminhão faz, por dia, três viagens com a caçamba lotada, com capacidade de armazenar de 13 a 15 toneladas.

 

A cada dia, são 48 viagens de Sobradinho II até a Unidade de Recebimento de Entulhos, que fica no antigo lixão da Estrutural. Em três dias, mais de duas mil toneladas de entulho foram retiradas do local. O trabalho vai até este sábado (18), com previsão de retirar, ao todo, quatro mil toneladas de entulhos do lixão ilegal. A ação é uma parceria entre o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), a Administração Regional de Sobradinho II e o Polo Área Norte do GDF Presente.

 

 

É a terceira vez que a área passa por limpeza na gestão do governador Ibaneis Rocha. Em março do ano passado, uma iniciativa do programa SOS DF, e em outubro, já uma ação do GDF Presente, retirou toneladas de galhos e entulho da região. Eles foram levados para a Estrutural, local adequado para o transbordo dos resíduos.

 

Fiscalização

 

O administrador de Sobradinho II, Alexandre Yanez, diz que o entulho acumulado vem de Sobradinho, Sobradinho II e Fercal. Ele reconhece que a população da região não tem onde descartar restos de obras. “Não adianta pensar que eles vão levar para a Estrutural porque não vão. O ideal era multar, mas as pessoas não têm outra opção aqui perto”, afirma. Segundo ele, a fiscalização da administração será intensificada com a chegada de dois papas-entulho, um em Sobradinho e outro em Sobradinho II, ainda este ano. “Quando as pessoas tiverem opção, aí sim. Vamos fazer campanhas e depois multar”, explica.

 

O pedreiro Jovino Araújo dos Santos, 44 anos, mora em uma chácara vizinha ao local desde que nasceu. Ele conta que o lixão antigamente era um campo de futebol e que hoje virou criatório de mosquitos Aedes Aegypti. “Já peguei dengue duas vezes e tenho certeza que o foco vem daqui. Deixam muito pneu que acumula água parada. Sempre passo pela região e esvazio latas de tinta abandonadas”, conta.

 

A pedagoga Mônica Galvão, 33 anos, fala que, às vezes, a quantidade de entulho acumulado atrapalha o trânsito. “Atrapalha a visão do motorista. Às vezes, o lixo fica jogado na pista e é preciso passar pela contramão”, diz. Segundo ela, também é comum deixarem restos de animais mortos, como cachorros e gatos. ”A parada de ônibus é aqui em frente. As crianças sempre reclamam do mau cheiro”, diz.

 

GALERIA DE FOTOS

Governo limpa área próxima ao Polo de Cinema e Vídeo

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153