Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/06/14 às 17h30 - Atualizado em 29/10/18 às 17h19

Cooperativa 100 Dimensão ganha novas máquinas para auxiliar na triagem do lixo seco

 

Na última sexta-feira, (06), o SLU participou da entrega dos primeiros equipamentos para a cooperativa de reciclagem, 100 Dimensão, que irá auxiliar no processo de separação do material seco. A aparelhagem doada pela Coca-Cola é composta por esteira, balança, elevador de elevação e prensa.

 

A Diretora-presidente da Cooperativa contemplada, Sônia Maria, contou como essa ajuda será importante. “Com a implantação da Coleta Seletiva pelo GDF, seria impossível atender a demanda de lixo reciclável enviada pra cá. Essa doação vem atender nossos anseios. Com esse maquinário vamos fazer um trabalho de excelência.”, ressalta, dona Sônia, como é chamada carinhosamente.

 

A responsável pelo programa de reciclagem do Instituto Coca-Cola Brasil, Thaís Vojvodic, fez um breve resumo sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido, junto às cooperativas, desde 2002. Segundo ela, o trabalho já alcançou 400 organizações, em todo o Brasil. Mas, 73% ainda estão em um nível muito baixo, diferente da Cooperativa 100 Dimensão, que possui um nível muito maior.

 

Questionada como eles escolheram a 100 Dimensão, Thais disse que uma série de fatores contribuíram para a decisão. ”Esse trabalho é bastante complexo, há 6 meses nós estamos acompanhado o trabalho da Dona Sônia e seus associados, e realizando cursos de capacitação com todos os catadores”, conta, Thaís. De acordo com a responsável pelo programa de reciclagem, após uma reunião com o Diretor do SLU, Gastão Ramos, para conhecer mais a fundo as cooperativas do DF, eles puderam avaliar qual seria a melhor opção. “Percebemos que a 100 Dimensão possuía um potencial mais elevado, além de estar ligada diretamente a coleta seletiva”, relata.

 

Como parte do projeto, a cooperativa passará por um diagnóstico, para avaliar se possui algum problema. “Caso o resultado mostre algum desajuste na produção, então nós vamos trabalhar para melhorar a produção. Nós prevemos um crescimento 3 vezes maior ” diz, Thaís.

 

Com a palavra, o Diretor adjunto, Hamilton Ribeiro, externou sua satisfação com o projeto e com a Coleta Seletiva, implantada no DF em 17 de fevereiro, deste ano. “Estamos tendo ótimos resultados, e isso tem nos animado a dar continuidade ao trabalho. E, além disso, temos uma grande aliada que é a Dona Sônia. Ela sempre nos informa quando erramos ou acertamos em algo, e isso nos faz parte atuante desse processo, ajudando a aprimorar nossa operação, para que nossas atividades tenham sucesso”, conta o diretor.

 

Além de informações técnicas, os convidados do evento também participaram de um momento educativo com o diretor adjunto, Hamilton Ribeiro. O diretor, perguntou quantos possuíam duas lixeiras em casa, poucos levantaram a mão. A partir desse resultado ele levantou para todos os presentes, sobre a necessidade de separação do lixo. “Não é obrigatório termos duas lixeiras, mas é fundamental separar o lixo seco e o orgânico em sacos de lixo diferentes. A Coleta Seletiva é responsabilidade de todos nós. Quando compramos algo, não compramos, apenas, o produto, mas também a embalagem e o descarte”, frisa, Hamilton Ribeiro.

 

A diretora da cooperativa, Sônia Maria, encerrou a cerimônia agradecendo ao Instituto Coca-Cola pela assistência técnica e social, prestada aos cooperados, e ao GDF, pela implantação da Coleta Seletiva. Disse está otimista, pois com os investimentos a renda dos trabalhadores pode chegar a R$ 2 mil. Mas, afirma que a luta não para, que sua próxima meta é conseguir moradia para os catadores próximos ao seu local de trabalho. Atualmente, a cooperativa trabalha com 200 catadores, distribuídos em todo DF.

SLU - Governo de Brasília

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153