Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/02/14 às 19h23 - Atualizado em 29/10/18 às 17h19

Começa a construção do primeiro Centro de Triagem do DF

Começam hoje as obras para a construção do primeiro Centro de Triagem de Materiais Recicláveis do Distrito Federal. A unidade dividirá espaço com a Usina de Compostagem da Ceilândia, ambos localizados no terreno do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). A inauguração está prevista para maio, com investimento de quase 2,3 milhões.

 

O governador Agnelo Queiroz assinou, durante solenidade realizada hoje, ordem de serviço para dar início aos trabalhos. A expectativa é que sejam construídos, além desse, mais 11 centros de triagem, que apoiarão os 1,5 mil catadores que fazem parte das 32 cooperativas cadastradas no SLU.

 

“Hoje é um dia histórico para o DF porque começamos a construir um equipamento para os catadores trabalharem com dignidade sem serem alvo de discriminação. Este governo olha primeiro o ser humano e não acabo o mandato sem fechar o lixão. Essa nova política de resíduos sólidos marca a mudança de comportamento na nossa cidade”, afirmou o governador.

 

O diretor geral do SLU, Gastão Ramos, disse que a construção dos Centros de Triagem marca a entrega do segundo pilar para o fechamento do lixão da Estrutural. “A primeira ação foi a implantação da coleta seletiva, que começou a operar efetivamente ontem, a segunda está sendo realizada hoje e a terceira é a inauguração do primeiro aterro sanitário do DF”, ressaltou.

 

Quatro unidades serão instaladas em terrenos do SLU, como esse de Ceilândia, na L4 Norte, Gama e Setor de Garagens, que entrarão em funcionamento até maio. As demais serão doadas para cooperativas por meio de parceria com o BNDES. Todas terão capacidade para abrigar até 173 trabalhadores por turno e poderão funcionar com até três escalas de trabalho diárias.

 

Rotina que a catadora Francisca dos Santos, 66 anos, deseja que se concretize em breve. “Vai melhorar muito nossa vida. O lixo não vai vir mais misturado, com coisas de hospital e vidro. Têm dias que nem com a máscara consigo trabalhar por causa do mal cheiro. Já adoeci várias vezes. Agora isso vai mudar”, comemorou a trabalhadora.

 

O governador ressaltou que está sendo realizada ampla divulgação para esclarecer a população sobre a coleta seletiva. “Contamos com a colaboração de todos para que possamos melhorar a economia de nossa cidade e a qualidade de vida de todos os moradores. Esta é a primeira cidade do Brasil em que a coleta seletiva será realizada em toda a área urbana e rural”, destacou Agnelo.

 

OBRA – Cada unidade terá dois pavimentos. O superior abrigará esteiras de separação, compartimentos para lançamento dos resíduos não aproveitados e silos de armazenagem do material bruto. No térreo funcionarão as áreas de prensagens, separação secundária, armazenamento do resíduo separado, depósito de material.

 

Além do galpão de triagem e área de administração, os catadores contarão com refeitório; vestiário com armários, banheiros e chuveiros; sala multiuso e equipamentos de segurança individual.

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153