Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/09/13 às 15h41 - Atualizado em 29/10/18 às 17h17

Coleta seletiva é uma realidade para o DF

Com a abertura dos envelopes e interesse de oito empresas, o serviço deve ser implantado até novembro 

 

Brasília, 27 de setembro – O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recebeu propostas de oito empresas para realizar a coleta dos resíduos secos em todo DF, inclusive áreas rurais. Para o lote I, seis empresas demonstraram interesse, já para o II, cinco se candidataram. O lote III recebeu três propostas, e o IV e mais disputado, teve sete empresas interessadas em realizar a coleta seletiva. Após a análise por parte da Comissão de Licitações da autarquia, o nome das vencedoras deve ser divulgado até meados de outubro e as primeiras ordens de serviço executadas já em novembro.

 

Em consonância com o que o governador Agnelo Queiroz e o diretor geral do SLU, Gastão Ramos, acertaram durante café da manhã com catadores (20/09), a coleta seletiva é uma realidade que vai beneficiar essa classe, com o compromisso da doação de 100% dos resíduos secos recolhidos, para as cooperativas e associações cadastradas. Na ocasião, pela primeira vez um governador recebeu 63 representantes de 31 cooperativas de materiais recicláveis e ouviu reivindicações. “Hoje alcançamos uma grande vitória. A coleta seletiva vai ser implantada em breve e os catadores vão ter locais apropriados para fazer seu trabalho, separando o material para reciclagem”, afirmou Ramos.

 

O governo prevê ainda a construção de 12 galpões de triagem de resíduos. O dinheiro para as obras foi disponibilizado pelo GDF e Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES). Os quatro primeiros centros, que serão construídos em terrenos do SLU na Asa Sul, Asa Norte, Ceilândia e Gama, estão com o projeto executivo finalizado e o edital previsto para ser lançado em outubro. “Esses centros são lugares pensados para os catadores trabalharem com toda segurança e dignidade”, destacou o diretor.

 

Abertura dos envelopes

 

No edital lançado, o SLU dividiu o DF em quatro grandes lotes, de forma que seja coletado, em todo DF, cerca de 400 toneladas/dia de recicláveis. “Hoje, apenas 3% do lixo é reaproveitado, mas a meta é que a gente alcance 15% até o ano que vem”, concluiu o diretor.

 

Depois de concluída a licitação será feita uma campanha de conscientização para esclarecer a sociedade sobre o tema. O principal foco vai ser a importância de separar o lixo orgânico do lixo seco.

 


ANEXO:


imagem 1


imagem 2




 

 

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153